Associação Atlética Flamengo

[Associação Atlética Flamengo]
[Publicidade]

Domínio e muita polêmica: Fla convence, mas não sai do zero com Monte Azul

Domínio e muita polêmica: Fla convence, mas não sai do zero com Monte Azul

Postado em: 20/02/2017

Em duelo marcado por decisões duvidosas da arbitragem no último domingo, o Flamengo de Guarulhos não conseguiu emplacar a segunda vitória seguida no Campeonato Paulista da Série A3.

O Corvo recebeu o Monte Azul, no estádio Antônio Soares de Oliveira, e, embora tenha dominado o adversário interiorano, não conseguiu sair do 0 a 0. O Rubro-Negro reclamou de três pênaltis não assinalados – fora a decisão do árbitro Cristiano de Lazzari de não aplicar o segundo cartão amarelo ao zagueiro Cezane, que puxou Herbert pela camisa para interromper um agudo contragolpe. O compromisso no Jardim Tranquilidade foi válido pela sexta rodada da fase inaugural.

O esquadrão flamenguista volta a campo nesta sexta-feira, às 20 horas, para enfrentar a Portuguesa Santista, no estádio Ulrico Mursa, em Santos-SP.

A partida – Buscando confirmar a segunda vitória em sequência no Campeonato Paulista da Série A3 – e o primeiro triunfo na história sobre a representação de Monte Azul Paulista –, o Flamengo de Guarulhos criou a oportunidade inaugural no Jardim Tranquilidade: aos oito minutos, Milton Junior cobrou falta direto para o gol e exigiu grande intervenção de Wander. A resposta do Azulão veio aos 20. Também em bola parada, Gilmar finalizou direto para o gol e fez Wagner trabalhar.

A pressão rubro-negra se intensificou a partir da segunda metade do primeiro período. Com 23 jogados, Milton Junior cobrou escanteio fechado e viu Wander falhar ao tentar afastar a bola de soco. Victor Palito, livre, não conseguiu concluir para a meta vazia. Aos 39, Rafael Piauí disparou pela ponta direita e cruzou na medida para Leandro Valentim. O lateral-esquerdo, de primeira, encobriu o travessão ao definir a trama.

Coube a Antônio Flávio a última chance do período de abertura. O camisa 11 aproveitou uma bola mal afastada pela defesa do Monte Azul, após cruzamento de Milton Junior, e concluiu de cabeça, sobre o travessão interiorano.

Fahel Junior voltou para a segunda etapa com Kairon substituindo o lesionado Rafael Piauí e viu a dominância rubro-negra prosseguir. Logo aos três minutos, Herbert, detentor da camisa 10, avançou pela ponta direita e cruzou rasteiro. Antônio Flávio, livre, tentou concluir de letra, mas furou.

Aos 32, Milton Junior cobrou escanteio fechado, da ponta direita. Após bate-rebate na área do Monte Azul, a bola sobrou para Thiago Silva, que concluiu com desvio, rente à trave direita de Wander. Gilmar respondeu para os interioranos cobrando falta próxima ao ângulo esquerdo de Wagner. 

Com 39 jogados, Fahel Junior lançou a equipe ao ataque, substituindo o zagueiro Everton Dé pelo meia Renatinho. E, dois minutos mais tarde, presenciou um lance inacreditável. Victor Palito construiu um grande contragolpe, invadiu a área pelo setor direito, deixou um beque no chão ao fazer o corte e finalizou travado. A bola sobrou limpa para Antônio Flávio, mas o camisa 11 escorregou ao tentar estufar as redes do Azulão.

Quando o relógio apontou a marca dos 45, o árbitro Cristiano de Lazzari voltou a ser protagonista. Ele, que não expulsou Cezane aos 35 minutos, ignorou – outro – pênalti claro para o Flamengo de Guarulhos. Após bate-rebate na área, Kairon finalizou à queima-roupa e viu a defesa do Monte Azul espalmar a conclusão. Nada foi assinalado...

Nos acréscimos finais, o valente Corvo ainda chegou com perigo por duas vezes: aos 47, Leandro Valentim escapou pela ponta esquerda e cruzou rasteiro. Herbert se esticou, mas não conseguiu concluir. E, aos 49, o mesmo camisa 10 recebeu de Victor Palito, invadiu a área e chutou forte, cruzado. Wander espalmou, salvando o Monte Azul da derrota novamente.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO DE GUARULHOS 0 x 0 MONTE AZUL

Data e horário: domingo, 19 de fevereiro, às 10 horas

Estádio Antônio Soares de Oliveira (Ninho do Corvo), em Guarulhos-SP

Arbitragem: Cristiano de Lazzari, auxiliado por Alexandre de Oliveira e Ítalo Magno de Paula Andrade

Cartões amarelos: Victor Palito e Thiago Silva (Flamengo de Guarulhos); Michel, Cezane e William Lopes (Monte Azul)

Público pagante: 339 pessoas

Renda: R$ 3.955,00

Flamengo de Guarulhos: Wagner; Thiago Silva, Everton Dé (Renatinho) e Igor Prado; Rafael Piauí (Kairon), André Bilinha, Milton Junior, Victor Palito e Leandro Valentim; Herbert e Antônio Flávio

Técnico: Fahel Junior

Monte Azul: 1-Wander 2-Carlinhos 3-Cezane 4-Trevizan 5-Gilmar (15-Willian Caciano) 6-Michel 7-Pepe 8-Leandro (16-William Lopes) 9-David Dener 10-Mateus Borges 11-Danilo Mederos (17-Luís Guilherme)

Técnico: Rafael Guanaes

Marcos Vieira Ribeiro – Diretor de comunicação do Flamengo de Guarulhos

Créditos: Daniel Palermo/Flamengo de Guarulhos

Olá, deixe seu comentário para Domínio e muita polêmica: Fla convence, mas não sai do zero com Monte Azul

Enviando Comentário Fechar :/