Associação Atlética Flamengo

[Associação Atlética Flamengo]
[Publicidade]

Flamengo perde para o Nacional no Alayon e vê tabu de oito anos ser quebrado

Flamengo perde para o Nacional no Alayon e vê tabu de oito anos ser quebrado

Postado em: 13/08/2016

Na manhã deste sábado, o Flamengo de Guarulhos não conseguiu a manutenção de um longínquo tabu.

O Corvo, em duelo que inaugurou o returno do grupo 4 da Copa Paulista, acabou superado pelo Nacional, no estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, por 3 a 1. O resultado representou a primeira derrota rubro-negra para o esquadrão ferroviário desde maio de 2008. Milton Junior, camisa 10, anotou o gol da formação do Jardim Tranquilidade, aos 43 minutos da etapa inicial, ao passo que Maurinho e Anderson Magrão, duas vezes, foram às redes para os donos da casa. 

Com o revés, os comandados de Sérgio Santos seguem com quatro pontos, trilhando um retrospecto de uma vitória, um empate e quatro derrotas, totalizando dois gols marcados e nove tentos sofridos, perdendo a oportunidade de ingressar, ainda que momentaneamente, no G4. São José dos Campos FC e Santos encerram a nona rodada neste domingo, às 16 horas, no estádio Martins Pereira, domínio do Tigre do Vale.

O próximo desafio flamenguista ocorre no dia 27 de agosto, sábado, às 15 horas, diante do Santos, no estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos. O Corvo folga na nona rodada. 

A partida – Buscando a primeira vitória fora de casa na Copa Paulista, o Flamengo foi surpreendido pelo Nacional logo aos 13 minutos. Maurinho aproveitou cruzamento rasteiro da ponta direita, se antecipou à marcação e concluiu firme, superando Wagner e inaugurando o placar. Entretanto, a resposta rubro-negra poderia ter vindo pouco tempo mais tarde: com 16 jogados, Bruno Mandarino aproveitou passe de Igor Gaúcho e, nas proximidades da marca do pênalti, chutou forte. A bola carimbou o braço da marcação ferroviária, e o árbitro Caio César da Costa Mello mandou o duelo seguir na Barra Funda. O juiz também foi responsável por inverter um cartão amarelo, advertindo Rafael Mancuso no lugar de Valença, aos 34.

Superior em campo, o Rubro-Negro empatou a partida quando o relógio apontou a marca dos 43. Bruno Mandarino alçou a bola na área, Junior Paulista desviou de cabeça e serviu Milton Junior. O camisa 10, segundo atleta flamenguista mais experiente em campo, atrás apenas de Wagner, com calma e categoria, tocou na saída do goleiro Matheus. 

Após seguir para o vestiário com a igualdade, novamente, os comandados de Sérgio Santos sofreram um tento nos instantes iniciais. Aos três minutos, Anderson Magrão aproveitou cruzamento rasteiro de Felipe Emanuel, que foi à linha de fundo, e definiu sem dar chances para Wagner. 

A desvantagem fez o Corvo apostar no guarulhense Kaique Eduardo, que substituiu o – injustamente – amarelado Rafael Mancuso. Adotando uma estratégia ofensiva, o Rubro-Negro sofreu o terceiro gol aos 30 minutos. Igor Prado não conseguiu cortar lançamento rasteiro na área e viu Anderson Magrão, com Wagner já batido, empurrar a bola para o fundo das redes, anotando o seu segundo tento na manhã.

Se lançando ao ataque para buscar o empate, o Flamengo criou uma boa oportunidade aos 31: Milton Junior cobrou falta direto para o gol e quase surpreendeu Matheus, que espalmou para escanteio. Nem mesmo a entrada de Guilherme Clara na vaga de Rafael Mateus, único atleta de contensão restante no meio-campo rubro-negro, foi suficiente para que a vantagem imposta fosse diminuída. Assim, o Corvo presenciou a queda de um longínquo tabu diante de um dos adversários que mais enfrentou em sua história. 

FICHA TÉCNICA

NACIONAL 3 x 1 FLAMENGO

Data e horário: sábado, 13 de agosto de 2016, às 10 horas

Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo

Árbitro: Caio César da Costa Mello, auxiliado por Orlando Massola Junior e Rubem Guimarães Marcondes Cezar

Renda e público pagante: R$ 1.980,00 / 165 pessoas

Cartões amarelos: Luiz Azevedo (Nacional); Rafael Mancuso, Rafael Mateus e Gabriel do Carmo (Flamengo)

Gols: Milton Junior, aos 43' do 1T; Maurinho (aos 13' do 1T) e Anderson Magrão (aos 3' e aos 30' do 2T)

Nacional: 12-Matheus 2-Thiaguinho 3-Pedro 4-Marcão 5-Luiz Azevedo 6-Felipe Emanuel 7-Ricardinho (16-Tuco) 8-Michel 9-Anderson Magrão (19-Carrara) 10-Emerson Mi 11-Maurinho (15-Jobson)

Técnico: Alex Alves

Flamengo: Wagner; Valença, Junior Paulista, Igor Prado e Dodô; Rafael Mateus (Guilherme Clara), Rafael Mancuso (Kaique Eduardo), Milton Junior e Bruno Mandarino; Igor Gaúcho (Ruan) e Gabriel do Carmo

Técnico: Sérgio Santos

campo flamengo nacional copa paulista

Marcos Vieira Ribeiro – Assessor de imprensa da AA Flamengo

Foto: Marcos Vieira Ribeiro/AA Flamengo

Olá, deixe seu comentário para Flamengo perde para o Nacional no Alayon e vê tabu de oito anos ser quebrado

Enviando Comentário Fechar :/