Associação Atlética Flamengo

[Associação Atlética Flamengo]
Agência R3
Daniel Palermo Fotografia
Anin Papéis Especiais
Pinesox

Marelli prevê equilíbrio no grupo 29, mas ressalta evolução do Corvo

Marelli prevê equilíbrio no grupo 29, mas ressalta evolução do Corvo

Postado em: 24/11/2017

Treinador cobra psicológico forte do elenco para manter o foco após a estreia da Copinha: “Trabalhar o comportamento pós-primeiro jogo”

Responsável por conduzir o Flamengo de Guarulhos ao segundo estágio da tradicional Copa São Paulo de Juniores em duas históricas oportunidades (2016 e 2017), o técnico Marcelo Marelli previu equilíbrio ao analisar o grupo 29 da Copinha – além do Campeão da Cidade, o estádio Antônio Soares de Oliveira, no Jardim Tranquilidade, receberá o Goiás, o Sete de Setembro-AL e a AD-SP.

“Já tínhamos ciência do reencontro com a AD. É sempre um jogo tenso, digno de dérbi, onde o controle do psicológico é um pré-requisito para o encaminhamento da vitória. E o formato enxuto da Copinha torna a atmosfera ainda mais decisiva. Costumo dizer que é uma competição muito cruel, pois não permite deslize”, introduziu, antes de comentar os demais adversários flamenguistas.

“O Goiás é uma das referências do futebol brasileiro. Eles foram finalistas da Copinha em 2013 e possuem garotos de grande qualidade. Por sua vez, o Sete de Setembro-AL é o atual dono do título alagoano sub-20. Uma formação de muito valor, que surpreendeu as potências de Maceió. Ou seja, não existe jogo fácil nesse torneio, e a história comprova o surgimento de muitas surpresas. Diversas equipes que não militam nas principais divisões do Brasileiro já mostraram o seu valor nos campeonatos de base. Todos os adversários merecem o máximo de respeito”.

Ao projetar a chave para a classificação, Marelli enfatizou o controle do aspecto psicológico pós-estreia como essencial – afinal, em 2017, o Corvo superou o início instável para avançar à segunda fase e lutar pela classificação até os últimos minutos do equilibrado embate diante do Santos, na Arena Barueri, em rede nacional.

“A estreia direciona o nosso caminho na Copinha. Porém, a manutenção da confiança é superior em importância se comparada ao bom início. O grupo precisa seguir focado a cada desafio e não se abater com possíveis pedras no caminho. A campanha de 2017 nos servirá de espelho e inspiração, pois nosso objetivo é seguir fazendo história pelo Flamengo de Guarulhos”.

Por fim, quando questionado sobre o processo de lapidação do elenco, Marcelo Marelli enalteceu a dedicação dos jovens guerreiros das oito listras à filosofia proposta pela experiente comissão técnica e mostrou-se otimista.

“O grupo vem crescendo exponencialmente. Eles compraram a ideia da comissão técnica e estão batalhando diariamente para conduzir o Flamengo de Guarulhos ao caminho do sucesso. Tive respostas interessantes do plantel desde o início. E seguimos caminhando rumo ao padrão ideal para a estreia. A torcida pode esperar um elenco guerreiro, valente e determinado, digno de representar o Corvo e toda a sua tradição, que atravessa os limites do município”.

Foto: Cláudio Herrera/Assessoria AA Flamengo

Olá, deixe seu comentário para Marelli prevê equilíbrio no grupo 29, mas ressalta evolução do Corvo

Enviando Comentário Fechar :/