Associação Atlética Flamengo

[Associação Atlética Flamengo]
Agência R3
Daniel Palermo Fotografia
Anin Papéis Especiais
Pinesox

Wendel de Freitas estreia, mas Corvo acaba superado pelo Santos em casa

Wendel de Freitas estreia, mas Corvo acaba superado pelo Santos em casa

Postado em: 27/08/2016

Na tarde deste sábado, o Flamengo amargou a sua quinta derrota na Copa Paulista.

Em partida histórica, válida pela décima rodada do grupo 4, o Corvo recebeu o Santos, no estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos, e acabou superado por 4 a 0. Os gols alvinegros foram marcados por Walterson (duas vezes), Thaciano e Matheus Augusto. Com o resultado adverso, a formação Rubro-Negra, que estreou o técnico Wendel de Freitas, ex-comandante da categoria sub-17, cai para a lanterna da chave, ultrapassado pelo São José dos Campos FC nos critérios de desempate.

A formação do Jardim Tranquilidade volta a campo no dia 4 de setembro, domingo, às 10 horas, também no Ninho do Corvo, para desafiar o líder São Caetano. Será a derradeira partida do esquadrão flamenguista em seus domínios no estágio inaugural, visto que, nas duas últimas rodadas, o Corvo enfrenta São José dos Campos FC e Água Santa fora de casa.

A partida – Em sua primeira partida à frente da equipe profissional do Flamengo, Wendel de Freitas viu o Santos chegar perigosamente logo aos quatro minutos. Após lateral efetuado por Wesley na área, Thaciano, camisa 10 alvinegro, se antecipou a Wagner e desviou de cabeça, carimbando a trave esquerda rubro-negra. Com oito jogados, foi a vez de Rafael Oller criar grande chance, girando sobre a marcação e chutando rasteiro, exigindo providencial intervenção do Santo do Ninho, que buscou a bola com os pés.

A pressão praiana resultou em gol quando o relógio apontou a marca dos 16: Walterson se encarregou de cobrança de falta do setor esquerdo e cruzou fechado, direto para o gol. Nenhum atleta santista desviou, e a bola morreu no canto esquerdo de Wagner, que nada pôde fazer. A resposta do Corvo veio dois minutos depois. Ruan aproveitou levantamento milimétrico de Rafael Mancuso e cabeceou no travessão de Gabriel Gasparotto.

Quando conseguiu equilibrar as ações no Jardim Tranquilidade, o Flamengo sofreu o segundo tento. Thaciano recebeu no setor direito da área, cortou Dodô e arrematou rasteiro. A bola passou por Wagner, mas Rafael Mancuso conseguiu salvar, em cima da linha. No bate-rebate, o camisa 10 santista teve outra chance para finalizar e não desperdiçou, encobrindo o Santo do Ninho e ampliando a vantagem praiana.

Passada a parada técnica, o Corvo teve que contornar outro período de pressão visitante. Aos 39 minutos, em tabela na área rubro-negra, Walterson chutou firme, de primeira, e carimbou a trave flamenguista. Com 42 jogados, Rafael Oller recebeu cruzamento para trás e, livre, finalizou à queima-roupa. Contudo, lá estava Wagner para protagonizar mais uma defesa de gala. Antes dos acréscimos, o Santo do Ninho ainda evitou a conclusão de Matheus Nolasco em veloz contragolpe, saindo do gol providencialmente para desarmar o camisa 20 praiano.

Quando a partida se encaminhava para o intervalo, o Santos encontrou o terceiro gol. Após boa troca de passes, Walterson recebeu com liberdade na área e, cara a cara com Wagner, finalizou com firmeza, no ângulo esquerdo rubro-negro, anotando seu segundo tento na tarde guarulhense.

Para alterar o panorama da partida, Wendel de Freitas voltou do intervalo com duas novidades: Fran e Guilherme Clara substituíram Milton Junior e Breno Cauai, respectivamente. O camisa 13, volante de origem, protagonizou as melhores chances do período complementar, através de sua grande arma: a bola parada. Com cobranças de falta venenosas, o paulistano quase surpreendeu Gabriel Gasparotto por duas oportunidades. Na melhor delas, aos 37 minutos, o goleiro santista precisou se esticar para espalmar, cedendo o escanteio.

Ainda que tenha crescido na etapa final, o Flamengo amargou o quarto gol nos acréscimos: Matheus Augusto, substituto de Matheus Nolasco, recebeu na intermediária, cortou a marcação e finalizou colocado, no ângulo esquerdo de Wagner, dando números finais ao placar no Jardim Tranquilidade.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 x 4 SANTOS

Data e horário: sábado, 27 de agosto de 2016, às 15 horas

Estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos.

Público pagante: 221 pessoas

Renda: R$ 1.605,00

Arbitragem: Demetrius Pinto Candançan, auxiliado por Marco Antônio de Andrade Motta Junior e Domingos da Silva Chagas

Cartões amarelos: Matheus Nolasco e Natan (Santos)

Gols: Walterson (aos 16' e aos 48' do 1T), Thaciano (aos 22' do 1T) e Matheus Augusto (aos 46' do 2T)

Flamengo: Wagner; Valença, Junior Paulista, Igor Prado e Dodô; Rafael Mancuso, Heitor, Milton Junior (Fran) e Bruno Mandarino; Ruan (Gabriel do Carmo) e Breno Cauai (Guilherme Clara)

Ficaram no banco: Symon, Rafael Mateus, Igor Gaúcho e Carlos Henrique

Técnico: Wendel de Freitas

Santos: 12-Gabriel Gasparotto 4-Wesley 6-Leonardo 7-Diego Cardoso (28-Kim) 9-Rafael Oller (22-Kaique Vergílio) 10-Thaciano 11-Walterson 13-Lucas Áfrico 15-Natan 16-Paulo Victor 20-Matheus Nolasco (21-Matheus Augusto)

Técnico: Kleiton Lima

flamengo santos 27 08 copa paulista

Marcos Vieira Ribeiro – Assessor de imprensa da AA Flamengo

Foto: Mário C. Gonçalves/AA Flamengo

Olá, deixe seu comentário para Wendel de Freitas estreia, mas Corvo acaba superado pelo Santos em casa

Enviando Comentário Fechar :/