Associação Atlética Flamengo

[Associação Atlética Flamengo]
[Publicidade]

Wendel de Freitas estreia, mas Corvo acaba superado pelo Santos em casa

Wendel de Freitas estreia, mas Corvo acaba superado pelo Santos em casa

Postado em: 27/08/2016

Na tarde deste sábado, o Flamengo amargou a sua quinta derrota na Copa Paulista.

Em partida histórica, válida pela décima rodada do grupo 4, o Corvo recebeu o Santos, no estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos, e acabou superado por 4 a 0. Os gols alvinegros foram marcados por Walterson (duas vezes), Thaciano e Matheus Augusto. Com o resultado adverso, a formação Rubro-Negra, que estreou o técnico Wendel de Freitas, ex-comandante da categoria sub-17, cai para a lanterna da chave, ultrapassado pelo São José dos Campos FC nos critérios de desempate.

A formação do Jardim Tranquilidade volta a campo no dia 4 de setembro, domingo, às 10 horas, também no Ninho do Corvo, para desafiar o líder São Caetano. Será a derradeira partida do esquadrão flamenguista em seus domínios no estágio inaugural, visto que, nas duas últimas rodadas, o Corvo enfrenta São José dos Campos FC e Água Santa fora de casa.

A partida – Em sua primeira partida à frente da equipe profissional do Flamengo, Wendel de Freitas viu o Santos chegar perigosamente logo aos quatro minutos. Após lateral efetuado por Wesley na área, Thaciano, camisa 10 alvinegro, se antecipou a Wagner e desviou de cabeça, carimbando a trave esquerda rubro-negra. Com oito jogados, foi a vez de Rafael Oller criar grande chance, girando sobre a marcação e chutando rasteiro, exigindo providencial intervenção do Santo do Ninho, que buscou a bola com os pés.

A pressão praiana resultou em gol quando o relógio apontou a marca dos 16: Walterson se encarregou de cobrança de falta do setor esquerdo e cruzou fechado, direto para o gol. Nenhum atleta santista desviou, e a bola morreu no canto esquerdo de Wagner, que nada pôde fazer. A resposta do Corvo veio dois minutos depois. Ruan aproveitou levantamento milimétrico de Rafael Mancuso e cabeceou no travessão de Gabriel Gasparotto.

Quando conseguiu equilibrar as ações no Jardim Tranquilidade, o Flamengo sofreu o segundo tento. Thaciano recebeu no setor direito da área, cortou Dodô e arrematou rasteiro. A bola passou por Wagner, mas Rafael Mancuso conseguiu salvar, em cima da linha. No bate-rebate, o camisa 10 santista teve outra chance para finalizar e não desperdiçou, encobrindo o Santo do Ninho e ampliando a vantagem praiana.

Passada a parada técnica, o Corvo teve que contornar outro período de pressão visitante. Aos 39 minutos, em tabela na área rubro-negra, Walterson chutou firme, de primeira, e carimbou a trave flamenguista. Com 42 jogados, Rafael Oller recebeu cruzamento para trás e, livre, finalizou à queima-roupa. Contudo, lá estava Wagner para protagonizar mais uma defesa de gala. Antes dos acréscimos, o Santo do Ninho ainda evitou a conclusão de Matheus Nolasco em veloz contragolpe, saindo do gol providencialmente para desarmar o camisa 20 praiano.

Quando a partida se encaminhava para o intervalo, o Santos encontrou o terceiro gol. Após boa troca de passes, Walterson recebeu com liberdade na área e, cara a cara com Wagner, finalizou com firmeza, no ângulo esquerdo rubro-negro, anotando seu segundo tento na tarde guarulhense.

Para alterar o panorama da partida, Wendel de Freitas voltou do intervalo com duas novidades: Fran e Guilherme Clara substituíram Milton Junior e Breno Cauai, respectivamente. O camisa 13, volante de origem, protagonizou as melhores chances do período complementar, através de sua grande arma: a bola parada. Com cobranças de falta venenosas, o paulistano quase surpreendeu Gabriel Gasparotto por duas oportunidades. Na melhor delas, aos 37 minutos, o goleiro santista precisou se esticar para espalmar, cedendo o escanteio.

Ainda que tenha crescido na etapa final, o Flamengo amargou o quarto gol nos acréscimos: Matheus Augusto, substituto de Matheus Nolasco, recebeu na intermediária, cortou a marcação e finalizou colocado, no ângulo esquerdo de Wagner, dando números finais ao placar no Jardim Tranquilidade.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 x 4 SANTOS

Data e horário: sábado, 27 de agosto de 2016, às 15 horas

Estádio Antônio Soares de Oliveira, em Guarulhos.

Público pagante: 221 pessoas

Renda: R$ 1.605,00

Arbitragem: Demetrius Pinto Candançan, auxiliado por Marco Antônio de Andrade Motta Junior e Domingos da Silva Chagas

Cartões amarelos: Matheus Nolasco e Natan (Santos)

Gols: Walterson (aos 16' e aos 48' do 1T), Thaciano (aos 22' do 1T) e Matheus Augusto (aos 46' do 2T)

Flamengo: Wagner; Valença, Junior Paulista, Igor Prado e Dodô; Rafael Mancuso, Heitor, Milton Junior (Fran) e Bruno Mandarino; Ruan (Gabriel do Carmo) e Breno Cauai (Guilherme Clara)

Ficaram no banco: Symon, Rafael Mateus, Igor Gaúcho e Carlos Henrique

Técnico: Wendel de Freitas

Santos: 12-Gabriel Gasparotto 4-Wesley 6-Leonardo 7-Diego Cardoso (28-Kim) 9-Rafael Oller (22-Kaique Vergílio) 10-Thaciano 11-Walterson 13-Lucas Áfrico 15-Natan 16-Paulo Victor 20-Matheus Nolasco (21-Matheus Augusto)

Técnico: Kleiton Lima

flamengo santos 27 08 copa paulista

Marcos Vieira Ribeiro – Assessor de imprensa da AA Flamengo

Foto: Mário C. Gonçalves/AA Flamengo

Olá, deixe seu comentário para Wendel de Freitas estreia, mas Corvo acaba superado pelo Santos em casa

Enviando Comentário Fechar :/